Estágio e TCC

Como funcionam as disciplinas de Estágio e TCC do curso de Sistemas de Informação:
A disciplina de Estágio é a primeira disciplina do nosso TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Nessa disciplina de Estágio o aluno faz a proposta (projeto) do que irá desenvolver ao longo do TCC. Esta proposta é submetida para um ou mais professores que aprovam, ou pedem alterações, ou reprovam a proposta. Estando a proposta aprovada, o aluno pode então iniciar a pesquisa e escrita do projeto do TCC, bem como o desenvolvimento prático.
Então: o nosso estágio não é em empresa, e sim é o início de um desenvolvimento de algum software, de algum projeto "não trivial", que será o TCC. Nós consideramos o projeto todo do TCC - que aqui é BEM puxado e bem acadêmico, como se fosse um "mestrado reduzido" - um grande trabalho prático de P&D (Pesquisa e Desenvolvimento). Por isso nossa disciplina de Estágio entra como parte do TCC então.
Quando fazer o Estágio? O normal é o aluno fazer o Estágio no segundo semestre do ano anterior ao da formatura. Faz o Estágio, e no ano da formatura faz o TCC I e TCC II ao longo do ano. O Estágio sempre é oferecido no segundo semestre de cada ano, justamente pra dar certo este andamento. Mas nada impede de o aluno fazer o Estágio em um ano, e deixar os TCCs para 1 ou 2 anos após... assim como pode fazer o TCC I e deixar só o TCC II para o ano seguinte.... enfim, não há regras quanto a isto. O normal é fazer o TCC no ano da formatura... mas não obrigatório. Já tivemos muitos alunos que fizeram o TCC em um determinado ano, e concluíram as disciplinas que faltavam para se formar no ano seguinte. Sem problemas.
 
Como funciona a disciplina de Projeto Prático de Sistemas (Tecnólogo em Sistemas para Internet):
Essa disciplina ocorre ao longo de 2 semestres, 1 ano inteiro. Normalmente, será feita no ano da formatura do aluno. Sugere-se que os alunos iniciem a escrita do projeto (proposta) do trabalho que será desenvolvido ao longo dessa disciplina, durante as férias de verão do ano em que iniciarão a disciplina. A ideia é que logo no início do semestre os alunos já tenham definido:
  1. professor orientador do trabalho
  2. tema (assunto) e proposta do trabalho

Assim que o semestre iniciar, o professor da disciplina irá solicitar essas duas definições. Alunos que já tenham adiantado essa 

Definição da nota final do TCC e Projeto Prático de Sistemas (após realização da pré-banca):
  1. Cada aluno envia o PDF da versão final do seu TCC para o respectivo orientador.

  2. O orientador envia a versão final para: [fpereira@faccat.br]
    1. No e-mail, o orientador informa a nota atingida pelas correções, de 0 a 100% (0 a 2 pontos). Ou seja, se o aluno fez todas as correções solicitadas pela banca e pelo orientador, terá 2 pontos. Essa avaliação será feita pelo orientador e informada no e-mail.

  3. Finalmente, os alunos ainda tem 1 ponto da própria disciplina de TCC / Projeto, a ser ganho por terem ido nos encontros e entregue as tarefas solicitadas pelo prof. Jung ao longo do trabalho.

  4. Alunos que participaram da Mostra de Iniciação Científica da Faccat ganham mais 1 ponto.
No dia da Banca Final, os alunos deverão entregar a versão final impressa e encadernadas com as capas oficiais de TCC da Faccat, que foram assinadas pelos professores participantes das bancas.
==============

Ideias para Projetos de TCC - 2018


A seguir, alguns professores listaram seus nomes e títulos/resumos/áreas que se propõem a orientar Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC).


Alunos que estejam iniciando a disciplina de Estágio (em Sistemas de Informação) ou Projeto Prático de Sistemas (em Sistemas para Internet) ou Projeto Final I (Jogos Digitais), caso achem interessante alguma das ideias relatadas, devem entrar em contato com o respectivo professor autor da proposta a fim de obter maiores informações. Se tudo estiver bom para ambas as partes, esse professor será o(a) Orientador(a) desse(a) aluno(a).


Importante salientar que essas propostas não encerram as ideias, bem como não impedem que os alunos proponham suas próprias ideias para um ou mais professores, a fim de trabalharem projetos de sua autoria. Pelo contrário: ideias próprias dos alunos são muitíssimo bem vindas.


==========


1. Propostas do prof. Marcelo Azambuja:

  1. Tema: cadeira mecanizada/eletrônica que reaja a movimentos dos softwares utilizados no Oculos Rift 3D.

  2. Tema: App que permita aos alunos da Faccat pesquisarem (e baixarem) todas as publicações da instituição, tais como Revistas, Livros, e todos os TCCs.

  3. Tema: Desenvolvimento de App Gamificado para Apresentação dos Cursos de Graduação da Faccat

  4. Tema: interação remota com animais de estimação

  5. Tema: sistema de reconhecimento de números (e/ou rosto) em fotos para automatização de identificação de atletas em Rústicas. Após o final da corrida, há centenas ou milhares de fotos disponíveis. Como identificar a pessoa em cada foto? Pelo número colado no peito do atleta ou pelo rosto.

  6. Tema: sistema para localizar carros roubados.

Alunos que estou orientando em 2018:

  1. Raul de Lima (Software Web para Intermediação de Compras entre Produtores Rurais)

  2. Débora Engelmann (sistema de auxílio para encontrar quartos vagos em um hospital, baseado em critérios como se o quarto possui todas os requisitos para cada determinado paciente)

  3. Rodrigo K. Nascimento (sistema para auxiliar aluno sobre disciplinas já feitas ao longo do curso de Graduação)



2. Propostas do prof(a). Everton Luís Berz

Professor não disponível para orientação.


  1. Tema: Dashboard web para o Cron do Linux

    1. Criação de um dashboard que exiba as futuras execuções de jobs do cron

    2. O dashboard deve centralizar as informações de cron de diversos servidores

    3. Já existe um projeto web centralizado para o Cron, entretanto ele não possui o dashboard de futuras execuções. Uma ideia é contribuir neste projeto

      1. https://github.com/jamesrwhite/minicron

      2. Já entrei em contato com o desenvolvedor principal e ele confirmou a possibilidade

  2. Temas relacionados à Inteligência Artificial: algoritmos genéticos, redes neurais artificiais, deep learning


3. Propostas do prof(a). Eurico Antunes

  1. Tema 1: Chatbots.

  2. Tema 2: PLN e reconhecimento de voz.

  3. Tema 3: Extensão do trabalho do Rafael Streit sobre registro de presenças com beacon, com recursos como Inteligência Artificial, Análise de Dados e CRM.

  4. Tema 4: Extensão do trabalho do Rafael Streit incluindo recursos de Jogos.

  5. Tema 5: Utilizar o IBM Watson para composição de arranjo de horários de aula (deixa ele aprender com o histórico de montagens feitas pelo Marcelo e fazer sugestões novas).

  6. Tema 6: Utilizar o IBM Watson para sugestão de disciplinas para alunos (considerando como inputs as disciplinas feitas, as dependências, o desempenho do aluno e a frequência).

  7. Tema 7: Desenvolvimento de Dashboard e APIs para exibição de informações provindas de dispositivos IoT

  8. Tema 8: Desenvolvimento de sistemas analíticos (preferencialmente preditivos) para dados de sistemas baseados em IoT.

  9. Tema 9: Desenvolvimento de App IOS/Android/backend server site para interação com dispositivo IoT (Health Care)



Alunos sendo orientados em 2018:


  1. Bruno Lamb

  2. Rodrigo Frey

  3. Pool Patrick

  4. Alexandro Berwian


4. Propostas do prof(a). Fladhimyr Castello

  1. Tema 1: Pesquisa-ação ou estudo de caso de aplicação de gestão do conhecimento integrado com gestão de projetos.

  2. Tema 2: Pesquisa do uso de práticas ágeis na região do Vale do Paranhana / Encosta da Serra. Tem como objetivo descrever o cenário da região quanto ao uso de práticas ágeis, seja na indústria, seja no desenvolvimento de software. Trará como resultados, além do próprio diagnóstico da região, insumos para propostas de futuros trabalhos, inclusive pelo Polo de Inovação Tecnológica do Paranhana.

  3. Tema 3: Pesquisa do uso de práticas de gestão de projetos na região do Vale do Paranhana / Encosta da Serra. Tem como objetivo descrever o cenário da região quanto ao uso de práticas ágeis, seja na indústria, seja no desenvolvimento de software. Trará como resultados, além do próprio diagnóstico da região, insumos para propostas de futuros trabalhos, inclusive pelo Polo de Inovação Tecnológica do Paranhana.

  4. Tema 4: Pesquisa do uso de práticas de gestão de conhecimento na região do Vale do Paranhana / Encosta da Serra. Tem como objetivo descrever o cenário da região quanto ao uso de práticas ágeis, seja na indústria, seja no desenvolvimento de software. Trará como resultados, além do próprio diagnóstico da região, insumos para propostas de futuros trabalhos, inclusive pelo Polo de Inovação Tecnológica do Paranhana.

  5. Tema 5: Pesquisa-ação ou estudo de caso, implantação e avaliação de metodologia de gestão de riscos em projetos.

  6. Tema 6: Pesquisa-ação ou estudo de caso, implantação e avaliação de metodologia de gestão de riscos corporativos.


Alunos que estou orientando:

  1. (aluno curso de Eng. de Produção)

  2. (aluno curso de Eng. de Produção)


5. Propostas do prof(a). Leonardo Sápiras

Temas relacionados a ciência de dados, processamento de linguagem natural (PLN), machine learning, deep learning, big data, inteligência artificial, internet das coisas ou mineração de dados.


Alunos que estou orientando:

  1. Rodrigo Weber

  2. Carolina Pohen


6. Propostas do prof(a). Fernando Lunardelli

  1. Jogos digitais para fins de entretenimento criados para plataforma mobile, desktop ou web.

  2. Sistemas que utilizem design de jogo - Gamificados.

  3. Jogos digitais para fins educacionais.

  4. Jogos de tabuleiro que utiliza app digital para interação com jogadores (ex: XCOM: The Board Game, Mansions of Madness: Second Edition)

  5. Sistemas para visualização de Dados e Dashboards.


Alunos sendo orientados em 2018:


  1. Eduardo Schneiders (controle de Cron)

  2. Jonathan Machado (Sistema para notas sobre Filmes e Séries)



7. Propostas do prof(a). Francisco Assis Nascimento

  1. Aplicações web em geral: desenvolvimento de aplicações voltadas para uso através da web

  2. Aplicações envolvendo dispositivos móveis: desenvolvimento de aplicações voltadas para uso através de dispositivos móveis

  3. Ferramentas para automação de engenharia de software baseadas no uso de UML como linguagem de modelagem

  4. Desenvolvimento de sistemas embarcados: projeto de sistemas embarcados e desenvolvimento de ferramentas para auxiliar no desenvolvimento destes sistemas

  5. Model driven engineering - MDE (Engenharia - de software - dirigida a modelos): métodos, técnicas e ferramentas para MDE

  6. System level synthesis (Síntese a nível de sistema): desenvolvimento de ferramentas de CAD para sistemas embarcados heterogêneos, distribuídos e de tempo real, a partir de especificações de alto nível

  7. High level synthesis (Síntese de alto nível): desenvolvimento de ferramentas de CAD para sistemas digitais em geral, partindo do nível algorítmico para o nível RT (Register Transfer - transferência entre registradores)



Alunos sendo orientados em 2018:


  1. Marcelo Renck

  2. Mateus Marcon



8. Propostas do prof(a). Leonardo Machado

1. Assuntos relacionados a Banco de Dados: tuning de banco com um objetivo específico.

2. Assuntos ligados a Análise de Sistemas: modelos, UML, metodologias.

3. Desenvolvimento de Aplicações para Web ou Dispositivos Móveis.


Alunos que estou orientando em 2018:

  • Emilene Lopes;

  • Felipe Garcia;

  • Lincon Reis;

  • Patrick Fernando da Silva.



9. Profa. Flavia Carvalho:


Alunos sendo orientados em 2018:


              1. Daniel Fleck

              2. José Schmidt



10. Magnus Ody


Temas:

  • Tecnologias [...]

  • Big data [...]

  • Estatística [...]

  • Modelos matemáticos [...]

Período: 2017/2



11. Guilherme Schirmer da Costa

Temas:


  • Jogos Digitais

  • Realidade Aumentada e/ou Virtual

  • Ambientes Simulados

  • Serious Games e Advergames


Alunos sendo orientados em 2018/1

-Cassius Fassbinder
- Paulo Quinot


12. Propostas do prof(a). Luiz Rodrigo J. da Silva

   

  • Tema 1: Desenvolvimento de sistemas que auxiliam no monitoramento de desastres e alerta à população. Dar continuidade no sistema desenvolvido pelo aluno Paulo Rodrigo para os bombeiros voluntários de Rolante. Percebe-se uma carência de sistemas inteligentes nessa área;

  • Tema 2:Sistemas que contribuem para a gestão/monitoramento ambiental;

  • Tema 3: Uso de IA para Busca/Recuperação/Catologação de Objetos de Aprendizagem;

  • Tema 4: Pesquisa e desenvolvimento de aplicativos para Smart Assistants, como Google Home, Alexa e Apple HomePod;

  • Tema 5: Desenvolvimento de aplicações web e aplicativos mobile que tenham forte apelo social, principalmente na área da saúde e gestão pública, etc;


            Alunos que estou orientando 2018:

  1. Helder Palharini

  2. Alexandro Silva


13. Prof. Reginaldo Caetano:

            Alunos que estou orientando 2018:

Diego Heitor Michelon (sistema web de gestão de Lojas e emissão de notas com comunicação Sefaz)
Última atualização: quinta, 19 jul 2018, 10:11