Novidades

Acadêmicos na final do Inovathon Scania

 
Imagem de Michele Pisoni
Acadêmicos na final do Inovathon Scania
por Michele Pisoni - terça, 30 out 2018, 16:17
 

As Faculdades Integradas de Taquara (Faccat) têm representantes na fase final da competição Inovathon Scania 2018, promovido pela empresa sueca Scania.

Os acadêmicos Igor Felipe de Camargo e Dimitri Luis Candemil, do curso bacharelado em Sistemas de Informação da Faccat, estarão em São Paulo para disputar a grande final, que ocorrerá de 24 a 27 de outubro. Os cinco melhores, entre outras premiações, irão para a Suécia.  Os acadêmicos da Faccat ficaram entre os 25 selecionados no Brasil. Do Rio Grande do Sul, apenas três se tornaram finalistas, sendo dois destes, os alunos da Faccat. Ao todo, a competição contou com a participação de 500 inscritos, que foram sendo eliminados durante a realização das tarefas das três etapas classificatórias.  

O principal objetivo da competição é aumentar a visibilidade da importância dos processos das cadeias de suprimento no desenvolvimento do País, evidenciando a inovação da logística, vinculada ao setor de transporte. Além disso, o Inovathon Scania 2018 busca proporcionar à comunidade acadêmica a oportunidade de ampliar o conhecimento sobre as operações logísticas no Brasil estimulando a contribuição com estudos relevantes para o desenvolvimento da área de logística e transporte e criar parceria entre a indústria e a academia com o objetivo de desenvolver pessoas.

Ensino presencial de qualidade

Na avaliação do acadêmico Igor Felipe de Camargo, chegar na final da competição é uma motivação maior para não ficar acomodado. “Se chegamos na final foi porque a Faccat nos proporciona um ensino de qualidade. Isso foi primordial. Os professores são comprometidos, buscam inovações e fazem a gente pensar e ver o mundo de forma diferente”, salienta Camargo.

 Já Dimitri Luis Candemil comenta que a experiência em São Paulo será importante para o seu crescimento pessoal e profissional. “Espero voltar com bastante aprendizado. É importante essa discussão sobre transporte e mobilidade. O mundo precisa de inovações e a Faccat está nos proporcionando este crescimento. Temos disciplinas sobre inovações e empreendedorismo e isso faz a diferença em nosso aprendizado, temos ideia de como agir”, exemplifica Candemil.

A coordenadora dos cursos de TI, Flávia Pereira de Carvalho, ressalta que a conquista é a confirmação da qualidade da formação dos alunos da Faccat, neste caso específico, dos acadêmicos de TI. " Constantemente incentivamos os alunos a participarem deste tipo de desafio. Como foi o caso dessa seleção, pois sabemos que eles sempre possuem boas chances. Como nosso Enade é sempre acima da média nacional, sabemos que nossos alunos têm condições de se saírem muito bem neste tipo de concurso. Ficamos contentes pelo sucesso deles", comemora Flávia.

Final Presencial

Período: 25 a 27 de outubro de 2018

A etapa presencial será constituída por duas atividades, uma delas, de imersão no mundo da mobilidade com uma experiência vivencial na cidade de São Paulo.

Os participantes terão a oportunidade de conhecer operações reais relacionadas a logística e transporte do dia-a-dia de uma grande metrópole, bem como, irão adquirir conhecimento prático para aplicar na segunda atividade do concurso.

Ao final do dia, após o cumprimento da agenda, em equipe, os participantes terão que apresentar e compartilhar um resumo do que aprenderam em uma apresentação para os demais grupos.

A equipe que apresentar melhor aproveitamento avaliado pela banca julgadora levará um bônus para a segunda atividade. Os critérios utilizados para avaliação serão: assertividade, absorção de conhecimentos, coesão e coerência em apresentações.

 

Saiba Mais

A segunda atividade da etapa presencial terá duração prevista de 48 horas, ocorrendo entre as 18 horas do dia 25 de outubro até as 18 horas do dia 27 de outubro, na Fábrica da Scania Latin América, em São Bernardo do Campo.

Será proposto um estudo de caso para os participantes. Cada grupo terá 20 minutos para apresentar para a banca avaliadora sua proposta de avaliação do caso. A banca terá 10 minutos para debate com o grupo.

Cada grupo deverá realizar uma apresentação ao final da competição para a banca avaliadora, que será composta por integrantes de reconhecida capacidade e saber notório. A apresentação deverá conter os resultados do desenvolvimento do case proposto.

(Fonte: https://www.scania.com/latinamerica/pt/home/Scania-Latin-America/INOVATHON-2018.html).